5 fatores que tornam o Steel Frame uma construção sustentável

5 fatores que tornam o Steel Frame uma construção sustentável

A preocupação global com o desenvolvimento sustentável se consolida cada vez mais nos governos, empresas e sociedade. Para a indústria da construção civil, esse fato se traduz em uma pressão ainda maior sobre sua parcela de responsabilidade na redução dos impactos ambientais. O Conselho Internacional da Construção (CIB) aponta a construção civil como a que mais agride o meio ambiente, por consumir recursos naturais e consumir energia elétrica.

Daí decorre o desafio para o setor no desenvolvimento de produtos, serviços e sistemas construtivos que atendam aos três pilares da sustentabilidade: o econômico, o ambiental e o social.

O Steel Frame entra como a solução na construção civil nesse aspecto, pois contribui muito com as práticas de sustentabilidade tão necessárias hoje em dia.

Por isso, além de todas as vantagens já conhecidas, listamos os 5 fatores que fazem do Steel Frame uma construção sustentável. Se você gostou da ideia, continue lendo este artigo!

#1 – Baixo Consumo de Água

Baixo Consumo de Água

Comparado com uma obra de alvenaria tradicional onde o uso da agua permanece durante todas as etapas, no Steel Frame a utilização de água é baixa por se tratar de uma construção a seco, usada apenas na fundação (Radier) que corresponde a 1% de uma obra.

Apesar de a fundação ser feita de concreto assim como na alvenaria, todos os materiais utilizados nos processos de fechamento, cobertura e isolamento termo acústico, já vem prontos de fábrica, não sendo necessária a utilização de água no canteiro.

Isso significa economia direta nos gastos com fornecimento de água, racionalização no uso deste recurso tão básico e que tem se tornado tão escasso em nosso planeta.

#2 – Geração de Resíduos

Geração de Resíduos

O Steel Frame reduz a geração de resíduo em um canteiro de obra. Os painéis, treliças e tesouras utilizadas no Steel Frame vêm prontos da fábrica diretamente para o uso na obra, com isso o índice de desperdício de materiais chega a ser em torno de 1%, dependendo da obra até menor. Se o projeto foi idealizado para o sistema a sobra de material é quase ZERO.

Quanto menos lixo nosso planeta produzir, mais sustentável fica. Essa é uma grande característica de sustentabilidade do Light Steel Frame.

#3 – Utilização de Produtos Reciclados

Steel Frame

O aço que é a principal matéria prima utilizada no sistema é um produto totalmente reciclado, podendo ser reutilizado quantas vezes forem necessárias, sem perder suas propriedades estruturais. Ele também é facilmente separado de outros materiais, possibilitando uma reciclagem mais eficaz.

OSB

Além do aço, outro produto utilizado no sistema tem em parte ou inteiramente sua matéria prima reciclada, como por exemplo, o OSB (Oriented Strand Board). Já que toda a madeira utilizada na fabricação do OSB é proveniente de fontes legais de extração de madeira reflorestada.

#4 – Eficiência Termo Acústica

Eficiência Termo Acústica

Uma construção sustentável pressupõe o uso de materiais e insumos sustentáveis. A lã de PET, fabricada a partir da reciclagem de garrafas PET é um dos isolantes termo acústicos mais usados nas obras de Steel Frame. Em sua produção, não se utiliza água, os fornos são aquecidos com gás natural, portanto a emissão de CO2 é 10x menor que na fabricação de lã de vidro ou de rocha.

Lã para tratamento termo acústico

As edificações construídas neste sistema permitem uma boa isolação térmica, diminuído os gastos com condicionamento de ar e consequentemente com energia elétrica. Além disso, com esse sistema conseguimos atender as eficiências acústicas estabelecidas na norma de desempenho.

#5 – Baixa Emissão de CO2 e GEE

Baixa Emissão de CO2

Os materiais utilizados na construção convencional emitem altos teores de CO2 e GEE (gases de efeito estufa) na sua fabricação e processamento. Os produtos constantes no sistema Steel Frame geram baixa emissão de CO2 no universo depois da obra concluída.

Também como os resíduos são muito menores, ajudam nesse processo. O sistema também emite menos GEE na camada de ozônio em relação à alvenaria, ajudando a não aumentar o efeito estufa.

Conclusão: O Steel Frame se destaca no ramo da Construção Sustentável

O Steel Frame preza pela sustentabilidade desde a sua concepção, com projetos bem formulados que evitam desperdício, pouquíssimo consumo de água e uso de materiais reciclados ou recicláveis.

Optar pelo sistema Steel Frame não é só escolher por uma construção rápida e uma tendência moderna, mas uma opção sustentável, que preserva o meio ambiente e também uma excelente maneira de investir em qualidade de vida.

E estes são fatores indispensáveis para se identificar uma construção sustentável. Se você gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos, ou deixe um comentário a seguir!

4 comentários em “5 fatores que tornam o Steel Frame uma construção sustentável

  • Alexandre Magnus

    Muito boa e interessante a matéria sobre construção sustentável

    Responder
    • Steel Frame Arquitetura

      Olá, Alexandre!
      Ficamos felizes em saber que gostou do nosso conteúdo.
      Um abraço.

      Responder
  • Sheila

    Esta manta AMARELA SERIA MAIS EFICIENTE DO QUE ISOPOR?
    TEM UMA PAReDE DO MEU APTO QUE PASSA TODO O CALOR DA RUA.
    Ia colocar isopor,madeira.

    Responder
    • Steel Frame Arquitetura

      Oi, Sheila a melhor opção é fazer um revestimento em drywall com lã por trás. Por coincidência hoje tivemos um treinamento na empresa e este assunto foi abordado e nosso instrutor deu um depoimento que fez essa solução na casa do irmão dele e hoje o irmão mostra todo satisfeithttp://www.steelframe.arq.br/wp-admin/edit-comments.php?paged=2#comments-formo para os vizinhos como ficou bom.

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *